Home
Serviços
Patologias Atendidas
Convênios Médicos
Supervisão
Tire Suas Dúvidas
Processamento Auditivo Central
Fonoaudiologia
Fonoaudiologia e Prevenção
Saúde do Trabalhador
Artigos
Publicações
Localização
 
 
 
 
 
 
 

Zumbido

 

A presença de zumbido, tinnitus, chiado, ou qualquer ruído nos ouvidos deve ser investigada, sendo ou não acompanhada de tontura ou de perda auditiva.

É importante que seja realizada uma avaliação com médico otorrino, o qual encaminhará para exames que poderão esclarecer a causa ou causas do zumbido.

Há vários tipos de zumbido, assim como várias causas. Muitas vezes o paciente não consegue referir ou definir se é propriamente em um ouvido, nos dois ou em toda cabeça. O que se verifica é que o incômodo é grande e há casos em que a pessoa relata não conseguir dormir a não ser com medicação, de tanto que o ruído nos ouvidos perturba. Depois de se eliminar causas físicas/fisiológicas/orgânicas como infecções, inflamações, uso de determinadas medicações por tempo prolongado, uso de bebidas alcoólicas, fumo e/ou outras drogas, hipertensão e até mesmo estresse. Se o zumbido não diminuir ou desaparecer há um programa de auxílio que  pode trazer alívio ou ao amenizar esse desconforto. Novamente é imprescindível ressaltar que o acompanhamento médico e o correto diagnóstico estão em primeiro lugar.

Aqui vão algumas sugestões:

- alimentação saudável sem ficar períodos superiores a três horas sem se alimentar;

- Ingerir ao menos oito copos de água por dia (não vale contar: sucos, chás, cafés e outros);

- Observar se há períodos do dia em que piora o ruído, se houver, programe atividades que possam “inibir” o zumbido, priorizando aquelas que possam mascará-lo;

- Se o período da noite, antes de dormir, for o pior, procure se exercitar, fazer caminhadas ou qualquer outra atividade física que realmente canse, dessa forma será um jeito de esquecer o zumbido;

- Música suave no momento de dormir ou TV ligada em volume baixo para desviar a atenção do zumbido, são também algumas alternativas que podem surtir efeito.

Há no mercado de aparelhos auditivos, um gerador de ruído digital que tem por objetivo enfraquecer a percepção do ruído. Há pacientes que se adaptam bem, porém, há outros que não observam melhora.

Infelizmente há alguns casos que nada parece resolver e que a pessoa terá que conviver com isso para sempre. Não é muito animador, porém, há também os casos em que o zumbido desaparece do nada. Diminuir o estresse e a ansiedade, desenvolver atividades que levem a um relaxamento são alternativas que auxiliam e muito em todos os casos.

Publicado em 28/10/2016

 
 

Perguntas mais frequentes dos pacientes

Supervisão Atendimento a profissionais da área

PAC Processamento Auditivo Central

 

Contato

Fone: (11) 3699-2049

Fone/Fax: (11) 3682-5040

E-mail: fonoaudiolu@uol.com.br

 

©Fonoaudiolu 2006/2017  Política de Privacidade   E-mail: fonoaudiolu@uol.com.br